segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Eu o amava.

Oi pessoas.
 Vou fazer uma coisa diferente, uma coisa que eu não costuma fazer aqui no blog, mas que vou começar a fazer.  Vou por umas coisas pra fora, eu não sei muito bem oque é isso, mas preciso desabafar...
 
Eu o amava, com toda alma e coração. Eu o amava, com meu nariz, boca e olhos. Eu o amava, com  minhas pernas e braços. Eu o amava, com meus seios e barriga. Eu o amava, com mãos e pés. Eu o amava com todo o meu corpo, por inteira.
 Eu o amava tanto que um dia feio ficava bonito, se eu estivesse ao seu lado. Meu amor transbordava, minhas pernas tremiam, meu coração sismava de acelerar. Meu amor não via defeitos, só qualidades, meu amor era verdadeiro, puro, inocente, ele roubou meu coração como um animal rouba comida pra alimentar seus filhotes. Meu amor por ele era grande, incondicional, do tamanho de Marte.
 Eu o amava, porém não foi suficiente para segurá-lo ao meu lado, não foi suficiente para criar coragem, não foi suficiente pra vencer os medos e enfrentar as barreiras.
 Eu o amava sem saber oque era o amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário