terça-feira, 11 de setembro de 2012

A falta de você

 Você não é mais o mesmo, não adianta  a gente se enganar.
 Você costumava me fazer bem, e eu costumava gostar .
 Você costumava me fazer sorrir, agora você só me faz chorar.
 Você agora só me dá arrepios, mas não são mais aqueles arrepios de quando você ia me  beijar.
 Você agora me dá arrepios pelo egoísmo, pelo rancor e por me amedrontar.
 Você não é mais quem era, você se afogou em um mar desconhecido. E eu não posso te salvar.
 Você não costumava ligar para a minha forma estranha de ser, você apenas   costumava me amar.
 Você dizia coisas loucas que não faziam sentido, e  eu costumava gostar.
 Você gostava de estar comigo, agora você gosta de me deixar.
 Você ainda me faz chorar, mas eu não vou me abalar.
 Você foi possuído pela mentira e pelo egoísmo. E isso começou a  desgastar.
 Você me trouxe à vida, mas me afogou de novo na mentira e me deixou sem ar.
 Você não é mais você, e está começando a faltar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário