domingo, 2 de setembro de 2012

As dores do amor

 Não existem meios impossíveis para o amor. Portanto, se você ama realmente não o deixe de lado.
 Peço-lhe que não me de desculpas, por mais dolorosa que seja a verdade. Prefiro sentir a dor do vazio que a soberba da mentira.
 O amor é algo tão intenso que transborda, é impossível não demonstra-lo quando se sente. Mas se é assim, porque você não demonstra o puro e doce amor que diz sentir por mim?
 O amor enfeitiça o corpo e a alma, de uma forma perigosa. Seu amor foi tão profundo que quase atravessou meu peito rasgando e levando tudo que tinha pelo caminho. Porém, minha audácia foi maior, minha ousadia de querer viver, com ou sem você, venceu o perigo do teu amor degenerado. Então vi que nunca mais poderia dizer "sim" a você. Nesse momento meu coração surtou e ardeu como daquela vez em que você o machucou. E realmente estava machucado. Quando me dei conta que meu amor não era mais aquilo que achava que fosse, quando soube que o "sim" que um dia juramos dizer juntos nunca mais seria dito. Ele realmente doeu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário