domingo, 23 de setembro de 2012

Dessa vez é diferente...

Da primeira vez eu fiquei sentada naquela cadeira no meu solitário e obscuro quarto, a cadeira que tinha acabado de me dar a pior noticia do mundo, eu chorei, gritei, sofri, senti saudade, desabei.  Mas agora é diferente, dessa vez estou mais leve, aliviada,  mais forte, mais madura, mais mulher. Isso não quer dizer que eu não vá sentir saudade, pelo contrário, eu sempre vou me lembrar de você, mas quero ter boas lembranças suas. É difícil dizer adeus, mas o passado já foi, temos que continuar seguindo nosso caminho com sonhos em nossas mãos e lembranças na bagagem. Quero abrir minha mala e ver todas as lembranças dos momentos maravilhosos que você me proporcionou, e  sou muito grata por isso.  Daqui pra frente não podemos mais construir caminhos juntos, agora nós faremos separados o de cada um, porém felizes por tudo o que nos resta, por tudo que tivemos e por tudo que ainda teremos, juntos ou separados.
 A vida é muito curta para perdermos tempo sofrendo. Não vale a pena sofrer por ninguém, por mais que você ame profundamente não sofra, porque pode ser o amor da sua vida, mas ele não vai dar valor ao seu sofrimento. As vezes, a vida faz escolhas por você, ela não se importa com a sua opinião e faz a escolha que você tanto tinha medo de fazer, faz a escolha certa, a escolha que, de certa forma, esta fazendo tudo melhorar. Pode ter sido a escolha dolorosa, mas talvez seria mais doloroso  permanecer na indecisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário