sexta-feira, 28 de setembro de 2012

É possível amar alguém mais que a si próprio?

 Sei que meu pensamento é arcaico, e que sou o drama em carne e osso, mas tive medo, muito medo de continuar sofrendo. Então fui tola e hesitei em ter tal atitude, que hoje me deprime. Não tinha a plena noção de que minha dor e sofrimento poderiam aumentar, e fui medrosa e covarde,  agora me deparo com esse abismo de dor que está em meu peito. Agora vejo o que é o amor, que todo aquele sentimento não era ilusão...
 Estou mais solta, acho que mais "moderna", estou tentando ter outras relações. Um é mais velho, atraente e inteligente; outro é poético, tem a minha idade e é romântico; já o outro tem a idade ideal, é engraçado e animado. Eu posso ter todos eles e muitos outros, mas nenhum me terá como você me teve. Eles podem ser lindos, atraentes e ter as melhores qualidades do mundo, mas nenhum se compara a você, porque você tem o que nenhum deles tem: meu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário