sábado, 29 de setembro de 2012

Melancolia

 Quando eu  penso em tudo que passamos, em todas as coisas que vivemos, em todas as coisas que você me disse... Quando eu lembro que foi tudo mentira, que foi tudo falsidade, que foi tudo uma grande ilusão, meu peito doí de uma maneira que eu nunca pensei que poderia doer.
 Minha melancolia só aumenta, não é por saudade, não é por amor, porque tudo isso já passou. Mas sim por desapontamento, por confiança, por amizade, por tudo que eu achei que nós fossemos, que nós poderíamos ser... Mas você me provou que você é igual a todos, que você é sim um covarde e mentiroso!
 Eu não desisti do amor, sei que ele existe, sei que nesse mundo tão monstruoso ainda existem pessoas que amam. E um dia eu vou encontrar quem me ame de verdade... Sei também que nada é por acaso e que você entrou na minha vida para  abrir meus olhos e me mostrar a realidade, a triste realidade da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário