domingo, 16 de setembro de 2012

Qualquer coisa

 Ei! Vem cá, não vai embora! Fica comigo! Posso ir com você?
 Eu viro uma conchinha para você me carregar no bolso.
 Eu viro uma estrela para enfeitar o céu que você olha pela janela, pensando nela.
 Eu me transformo em docinho para você me desejar.
 Eu posso ser um boné, para te proteger do sol.
 Posso ser o braço da sua cadeira. A caneta que escreve um belo recado para a garota que você está apaixonado. Também posso ser a bicicleta do carinha que vai na casa dela entregar as flores que você encomendou.
 Posso ser a lista de coisas que você gostaria de saber sobre ela. A vela do jantar que vocês terão no próximo sábado.
 Posso ser o cobertor que te aquece nas noites de frio.
 Posso ser a cola que você queria ter na prova da sua matéria mais difícil.
 Eu posso ser o que você quiser, menos nada na sua vida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário