domingo, 6 de janeiro de 2013

Meu surreal conto de fadas

 Não é fácil esquecer alguém, a gente não pode simplesmente dizer ao coração "esse sai". Quem dera que fosse assim! Mas não é. Queria poder te expulsar de dentro de mim, mas eu ainda choro quando ouço aquela música, ainda penso em você quando vejo filmes de romance, ainda lembro de quando você me fazia cafuné e eu parecia estar em ouro mundo.
 Vai ver o problema sou eu, vai ver eu sou romântica e dramática demais. Sabe o que é? É que por um curto momento da minha vida pensei ter encontrado meu príncipe encantado, pensei que você fosse fazer parte do meu conto de fadas. Mas não,  o castelo desmoronou, o cavalo branco morreu e o príncipe virou sapo.





Nenhum comentário:

Postar um comentário