segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Oscar 2015

Ontem foi noite de gala em Hollywood, foi noite de Oscar. E os grandes vencedores da noite foram os filme "O Grand Hotel Budapeste" e "Birdman", mas o longa "Boyhood"  que teve muita expectativa, não levou mais que uma estatueta e foi para a atriz Patricia Arquette que não era muito conhecida antes do filme.

"O Grand Hotel Budapeste" ficou com prêmios mais técnicos, como melhor figurino, maquiagem, cenário e melhor trilha sonora, somando quatros estatuetas.

Já o filme "Birdman", ganhou prêmios mais "significantes" para quem assiste o filme. Eles levaram melhor filme, melhor diretor, melhor roteiro original e melhor fotografia, também com quatro estatuetas.

Quem ficou com o prêmio de melhor ator foi o inglês Eddie Redmayne, de "A teoria de tudo". Para Eddie ficar nas posições do personagem ele teve que ter acompanhamento de um fisioterapeuta. Porém, muito crítico de cinema discordam do merecimento de Redmayne e disseram preferir Michael Keaton, de "Birdman".



Ele também foi considerado o homem mais elegante da noite, de acordo com os especialistas em moda.

Quem levou "melhor atriz" foi a merecidíssima  Julianne Moore, ela tinha sido indicada outras cinco vezes e ainda não tinha ganhado. Com cinquenta e quatro anos e um vestico Chanel ela subiu ao palco para pegar o Oscar pelo filme "Para sempre Alice", onde ela interpreta uma mulher com Alzheimer. 
Esse ano, o Brasil foi representado por um documentário franco-brasileiro, " O Sal da Terra", mas foi desbancado por "CitizenFour".

Outras categorias
Melhor ator coadjuvante: J.K. Simmons ("Whiplash")
Melhor roteiro adaptada: Graham Moore ("O jogo da imitação")
Melhor filme em língua estrangeira: "Ida" (Polênia)
Melhor animação: "Operação Big Hero"
Melhor montagem: Tom Cross ("Whiplash")
Melhores efeitos visuais: "Interestelar"
Melhor canção: "Glory" ("Selma")
Melhor mixagem de som: Whiplash
Melhor edição de som:" Sliper Americano"
Melhor curta-metragem: "The phone call"
Melhor animação em curta-metragem: "Feast"
Melhor documentário em curta-metragem: "Crisis Hotline: Veterans Press 1"




O apresentador da cerimônia, Neil Patrick Harris apareceu só de cueca no palco fazendo referência ao filme "Birdman"


Lady Gaga cantou lindamente na homenagem aos cinquenta anos do filme "A Noviça Rebelde", no final ela foi aplaudida de pé e se emocionou quando a atriz Julie Andrews que interpretou a noviça veio abraça-la.






                                                                                                                                                                           



Nenhum comentário:

Postar um comentário