quarta-feira, 25 de março de 2015

Cinema: Cinderela

 Olá pessoal! Estréia essa semana a nova releitura do filme "Cinderela", da Disney. E quem se destaca no filme é Cate Blanchett, como a madrasta da má da mocinha. De acordo com os críticos cinematográficos, o filme mantém a história original.

"Cinderela" traz também um curta inédito com os personagens do filme "Frozen", chamado "Febre Congelante".

O filme estreou no domingo passado nos EUA e estreou muito bem, com 70 milhões de dólares. Dizem que o motivo de tanto sucesso foi o curta inédito  do filme "Frozen" antes do longa começar.

O filme é bem "British", o diretor é o Kenneth Branagh, um diretor shakespeariano de teatro. E ele dirigiu o filme cuidando muito bem da estética, dos textos e todos os atores tiveram o sotaque afetado.

A atriz que faz a Cinderela, Lily James, interpreta também a Lady Rose MacClare, em Downton Abbey. O príncipe é o ator Richard Madden, que veio de Game of Thrones. No elenco, está também a atriz Helena Bonham Carter, que faz a fada madrinha. Enfim, o filme é puramente inglês e até a Cate Blanchett, que é australiana, está com o sotaque britânico impecável!



A ideia do curta é o aniversário da Anna e a Elsa no dia fica resfriada. E quando a rainha do gelo espirra da problema, né...



E uma curiosidade pra quem gosta de moda é que a joalheria Swarovski criou 400 sapatinhos de cristal e desses 400, virão 20 para o Brasil, custando 800,00.



quarta-feira, 18 de março de 2015

Tecnologia + Moda

Esse novo tema de "tecnologia vestível" está muito em alta pra quem gosta de moda e tecnologia. Todo mundo já viu ou ouviu falar de roupas tecnológicas, como aquelas do ar condicionado, mas as empresas que fazem essas roupas não se preocupavam muito com o design das peças. Então, as empresas de tecnologia começaram a se aproximar das empresas de moda, para tornar essas tecnologias vestíveis desejadas. 

 Está acontecendo agora, no Texas, um ciclo de palestras para discutir justamente  os avanços dos drones "vestíveis". 

Uma grande novidade é um relógio com câmera, que sai voando do pulso e faz selfies. 


Adeus pau de selfie!



segunda-feira, 9 de março de 2015

Exposição Jeanne Lanvin e o Dia Internacional da Mulher

Ontem foi dia oito de março, mais conhecido com "Dia Internacional da Mulher". E para comemorar essa data que, infelizmente, nós mulheres, ainda precisamos, eu vou dar uma dica de moda e arte lá de Paris. A exposição que começou ontem traz a retrospectiva do trabalho da estilista francesa Jeanne Lanvin, que foi muito importante para a construção da história da moda.

Quando falamos da marca Lanvin hoje, pensamos na famosa marca francesa desenhada pelo Alber Elbaz que é um super estilista. Mas essa marca é a  mais antigas da moda francesa em atuação. Começou em 1885 como chapeleira e foi a primeira estilista a trabalhar além da roupa, o que a exposição mostra bem. Hoje em dia, vemos muitas marcas investirem em "lifestyle", ou seja, vesse muito confecções famosíssimas abrirem hotéis, restaurante e a Lanvin fez isso bem antes.

Após lançar a chapelaria, ela abriu uma loja de moda feminina, depois uma loja de roupas infantis em homenagem a sua filha, depois uma loja de lingerie, uma só de peles, uma de decoração e uma de roupa esportiva. OBS: Naquela época ninguém tinha pensado em fazer nada nesse sentido, ou seja, Jeanne era uma mulher muito a frente de seu tempo.

A exposição, além de ser uma grande aprendizagem sobre a história da moda, é deliciosa de apreciar e a curadoria não é cronológica. O organizador da exposição afirmou que não queria cronologia, pois o importante é conhecer o trabalho dessa mulher incrível e como ela fazia essas roupas, não quando ela fez.

Pra quem for dar um pulinho em Paris passa no museu da moda parisiense.








E para encerrar com chave de ouro e mandar um recado para todos os homens e mulheres desse mundo, o discurso da Emma Watson na ONU, que em minha opinião, não precisa de comentário: